31/10/2017 às 14h57min - Atualizada em 31/10/2017 às 14h57min

Contribuição do Governo vai de 22% para 28%, e dos servidores de 11% para 14%

Projeto de reforma será entregue nesta terça

midiamax

Secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel confirmou em agenda nesta terça-feira (31) que a contribuição do servidor à Previdência vai aumentar de 11% para 14%. A patronal, que é de 22%, vai para 28%.

Além disso, será criado um Fundo Complementar do Serviço Público, com adesão obrigatória para os novos servidores. “Quem entrar depois de aprovada a regra, se quiser receber o salário acima do teto previdenciário, vai ter que pagar ao Fundo Complementar”, esclareceu o secretário.

A adesão aos servidores que já estão na ativa ficará condicionada. “Não muda a realidade dos Poderes, que terá a manutenção dos direitos garantidos até agora”.

Riedel explicou que a ideia da gestão é dar sustentabilidade à previdência. “As medidas são urgentes diante da projeção de déficit de R$ 1,2 bilhão para o ano que vem”.

O secretário citou que o presidente Michel Temer fez as mudanças no governo federal por medida provisória e destacou que o governo estadual está abrindo o debate ao encaminhar projeto ainda para discussão na Assembleia.

“O que pedimos é urgência na tramitação’, destacou. O projeto será apresentado na íntegra nesta terça-feira, às 14h, na Assembleia Legislativa.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »