08/05/2018 às 08h19min - Atualizada em 08/05/2018 às 08h19min

Petistas de MS usam a prisão de Lula para ganhar apoio eleitoral

Pré-candidato a governador foi a Curitiba participar da vigília em favor do ex-presidente

Renata Volpe Haddah
Correio do Estado

Petistas estão usando a prisão do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva para ganharem apoio eleitoral e enfrentarem as urnas este ano. Preso há um mês na sede da Polícia Federal (PF), em Curitiba, Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do triplex de Guarujá (SP).

Para dar apoio ao ex-presidente, uma caravana de Mato Grosso do Sul com 95 pessoas, incluindo o pré-candidato ao governo do Estado Humberto Amaducci, chegou ao Paraná no domingo (6), mais precisamento no Bairro Santa Cândida. A previsão é de que os militantes sul-mato-grossenses fiquem no local até amanhã. 

Segundo Amaducci, não há nenhum grande ato previsto para protestar pela data de um mês da prisão de Lula. “Estamos dando força ao acampamento montado em frente à sede da Polícia Federal. É nossa maneira de protestar contra essa prisão”, comenta.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...