29/10/2018 às 15h50min - Atualizada em 29/10/2018 às 15h50min

Polícia Civil de Camapuã prende dupla envolvida em acidente que matou mãe e filha

Suspeitos respondem por homicídio doloso (dolo eventual), pois estavam em alta velocidade, receptação e omissão de socorro

MS TODO DIA

A Polícia Civil de Camapuã prendeu por volta das 18h30 deste domingo, a dupla envolvida no acidente que resultou na morte de uma mulher de 42 anos e da filha, de 24 anos, na rodovia MS-436, próximo ao bar do Sapinho. Victor Manoel Moraes de Souza, de 28 anos, e Weverton Francisco Alves, 20, estavam em um Honda Fit roubado em Goiás e fugiram sem prestar socorro. Segundo o delegado Leonardo Antunes, responsável pelo inquérito, eles respondem por homicídio doloso (dolo eventual), pois estavam em alta velocidade, receptação e omissão de socorro.

O acidente ocorreu pela manhã. Durante perícia no local da colisão, a polícia constatou que os dois ocupantes do Fit haviam fugido na direção da Fazenda Buriti. “Eu e mais dois investigadores passamos pela região e comunicados os fazendeiros para nos informar caso vissem algo suspeito. Então eu tive que voltar para a delegacia e os investigadores continuaram por lá. Mais tarde, fomos informados que dois indivíduos tinham sido vistos transitando por uma estrada de terra, a cerca de dez quilômetros do local do acidente, segurando um galão de gasolina”, disse o delegado.

De acordo com o delegado, Victor e Weverton chegaram a tentar roubar um carro, jogando pedra na direção do motorista, mas sem sucesso. “A gente localizou eles por volta das 18h40. Eles estavam escondidos no mato esperando para roubar a caminhonete de um fazendeiro que estava saindo. Se a gente não chega a tempo, eles iam roubar e fugir”, explicou Leonardo, informando que logo em seguida chegou uma equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar de Campo Grande, que havia sido acionada para ajudar nas buscas, pois é altamente treinada.

A suspeita é de que a dupla estivesse vindo de Aparecida de Goiânia (GO) rumo à fronteira. Apesar do envolvimento no acidente, os dois criminosos estavam aparentemente bem, apenas com algumas escoriações. “O motorista falou que estava em alta velocidade e que o acidente aconteceu no momento em que ele tentava desviar de um buraco”. Os dois foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Camapuã, onde estão presos à disposição da justiça.

Acidente

Uma mulher de 42 anos, moradora de Figueirão, viajava com a filha de 24 anos e o neto, em um Gol Prata com placa de Figueirão quando houve colisão contra Honda Fit roubado.  A batida ocorreu, provavelmente, por falta de visão dos condutores dos veículos. Segundo o delegado, era uma subida e próximo ao local havia vários buracos. Mãe e filha morreram e a criança de dois anos foi encaminhada para o hospital de Campo Grande sem gravidade, mas com uma fratura na perna.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »