10/07/2020 às 14h24min - Atualizada em 10/07/2020 às 14h24min

Primeiro caso de Coronavírus confirmado na PM de Coxim, sargento diz que perdeu olfato e paladar

Sheila Forato
ediçãoms

Um sargento da Polícia Militar faz parte das estatísticas do Coronavírus (Covid-19) em Coxim. Ele é um dos 11 casos confirmados no boletim desta quinta-feira (9), que elevou o número de infectados para 54 na principal cidade da região norte de Mato Grosso do Sul.

O policial relatou ao Edição MS que começou a se sentir mal na segunda-feira (6), com dores no corpo e tosse, ambos de formas leves. “A impressão que temos é de início de gripe, os sintomas são praticamente iguais”, alertou.

Ao perceber que não estava sentindo gosto e cheiro uma luz vermelha acendeu e o sargento buscou orientação. Ligou para uma pessoa da secretaria de Saúde, envolvida no combate ao Coronavírus, e foi orientado a procurar ajuda médica.

No Hospital Regional Álvaro Fontoura recebeu atendimento médico e foi submetido ao exame de RT-PCR, por meio de swab (cotonete) na mucosa nasofaringe (nariz e garganta). “A médica optou em iniciar, imediatamente, o tratamento e perguntou se eu estava de acordo, diante da minha concordância ela receitou os medicamentos”, explicou o policial.

O tratamento do sargento se resume a quatro medicamentos, a polêmica hidroxicloroquina, azitromicina, ivermectina e paracetamol. Ele também tem cuidado da alimentação e procurado descansar, mantendo o isolamento domiciliar. “Três dias após início do tratamento meu paladar normalizou e voltei a sentir cheiro”, contou.

De acordo com o policial, na manhã desta sexta-feira (10) ele ainda sentia leves dores no corpo, assim como tinha episódios de tosses. O cansaço físico também era perceptível, mas ele não apresentava dificuldades para respirar, que é a principal preocupação dos médicos.

O sargento relatou que pode ter pegado de colegas, pois teve contato com dois suspeitos, ambos são da Polícia Militar e aguardam os resultados dos exames. Na rua, o último dia de trabalho do policial foi na sexta-feira (3). Ele já informou seus contatos às autoridades sanitárias.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »