02/10/2020 às 08h51min - Atualizada em 02/10/2020 às 08h51min

Mesmo sem decreto, grandes lojas anunciam reabertura da fronteira com MS na segunda

Grandes lojas assumem riscos e anunciam abertura na segunda-feira

Marcos Morandi
MIDIAMAX
Em alguns lugares da Linha Internacional, não há a presença militares.(Foto: Marcos Morandi)

Mesmo com o anuncio de abertura do Shopping e também do Planet Outlet na próxima segunda-feira (5), a fronteira segue “meio aberta e meio fechada”. A afirmação é o do presidente da Câmara de Diretores Lojistas de Pedro Juan Caballero, Victor Barreto.

Segundo o dirigente, na prática todos os comerciantes “já estão prontos para trabalhar e reerguer novamente a fronteira após sete meses de pandemia, que praticamente destruiu a vida de muita gente”, declara Victor.

Na avaliação do comerciante, a vida na fronteira não pode ficar dependendo da boa vontade de Mario Abdo Benitez e presidentes do Paraguai e do Brasil que querem fazer publicidade e sair na fotografia. “Melhor abrir logo e parar com essa politicagem em cima de uma coisa que já prejudicou muitas famílias”.

Victor elogia a iniciativa das grandes lojas da fronteira reabrirem as portas a partir de segunda-feira (5). Segundo ele, é uma forma de pressionar as autoridades brasileira e paraguaias a “pararem com esse jogo de cena”.

O diretor do Shopping China, Felipe Cogorno Álvarez , em nota distribuída à imprensa, afirmou  que a empresa está adotando todas as medidas de segurança e seguindo o protocolo do Ministério da saúde do Paraguai. “Estamos com equipamentos de última geração e sinalização, para que os clientes possam ficar longe um dos outros, a nossa loja é muito ampla”, explica.

Segundo o empresário paraguaio, pelo tamanho da loja não há um limite estipulado de pessoas por enquanto neste primeiro momento de abertura. “A loja e o estacionamento são amplos, as pessoas vão lavar as mãos antes de entrar, com sabonete e álcool em gel”, explica.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »