20/03/2021 às 07h34min - Atualizada em 20/03/2021 às 07h34min

Irmão Lázaro, ex-Olodum, morre por complicações da Covid-19

O cantor gospel e vereador de Salvador faleceu na noite de sexta (19), segundo divulgou assessoria

Da Redação
Diário do Nordeste

O vereador Irmão Lázaro faleceu na noite desta sexta-feira (19), após semanas de internação por conta da Covid-19. Segundo a assessoria do também cantor gospel, a doença havia indicado complicações no dia 25 de fevereiro, quando foi necessário interná-lo em um hospital na cidade de Feira de Santana, na Bahia.

Na unidade hospitalar, Irmão Lázaro estava sob cuidados da equipe médica em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No local, o último boletim do quadro de saúde indicava uma situação estável, mas extremamente delicada em relação à doença.

DIAGNÓSTICO PARA COVID-19

De acordo com familiares, o vereador recebeu o resultado de exames positivos para a Covid ainda no dia 15 de fevereiro, porém, de início, estava realizando tratamento em casa. O desconforto com os sintomas só apareceriam no dia 22 daquele mês, quando ele optou pelo atendimento profissional.

Já no hospital, a avaliação determinou que metade dos pulmões no baiano estavam comprometidos, o que resultou na internação em um leito clínico. A medida só durou cerca de três dias, já que, com o agravamento do quadro, se tornou necessária a ida para a UTI.

Durante a internação, o estado chegou a demonstrar indícios de evolução. Entretanto, nos últimos dias, a doença teria voltado a se manifestar de forma mais severa.

TRANSFERÊNCIA DE LEITO

Ainda em fevereiro, também no dia 25, a família de Lázaro relatou ter conseguindo um leito de UTI para tratamento da doença em um hospital de Salvador. A decisão, no entanto, foi descartada por conta dos riscos.

"Devido ao agravamento da situação os médicos aqui em Feira acharam melhor ele ficar, por causa desse translado, podia ser perigoso. Ele está intubado aqui em Feira de Santana", comunicou a equipe do vereador.

CARREIRA ARTÍSTICA E POLÍTICA

Irmão Lázaro foi integrante do Olodum na década de 1990, mas saiu do grupo após entrar na igreja evangélica. Entre os sucessos da carreira artística, estão canções como 'Eu te Amo Tanto', 'Deus Vai Fazer' e 'Meu Mestre', todas lançadas em 2008.

Enquanto isso, a carreira na política começou entre 2015 e 2018, quando foi eleito deputado federal. Irmão Lázaro concorreu para o cargo de vereador de Salvador e venceu a eleição em 15 de novembro de 2020, com o total de 4.273 votos.

HOMENAGENS APÓS FALECIMENTO

Logo após a morte de Irmão lázaro, familiares, amigos e políticos se manifestaram sobre o assunto para prestar homenagens ao artista. "Hoje a pessoa mais importante da minha vida se foi, o homem que eu mais amei e continuarei amando o resto da vida! O cara mais honesto e bondoso que já conheci, que me ensinou a amar a Deus acima de todas as coisas e que me amou como ninguém nunca amou!", escreveu a filha do baiano, Marta Silva.

O atual prefeito de Salvador, Bruno Reis, também citou o vereador, ressaltando como a pandemia tem causado a partida de diversas pessoas no Brasil. "Mais uma perda lamentável! Irmão Lázaro foi um artista fora de série que superou todos os desafios com sua sabedoria e talento", pontuou. 

Irmão Lázaro também foi lembrado por outros cantores do gênero musical. Regis Danese, de Minas Gerais, também pontuou a sensação de tristeza ao saber da morte do colega.

"Que triste, triste, triste. Não estou acreditando meu Deus, oramos tanto, mas a sua vontade prevaleceu oh Pá, que o Espírito Santo console toda sua família", fez apelo ao divulgar vídeo no qual aparecem juntos em apresentação.

Já Ana Paula Valadão, outro nome conhecido entre os evangélicos, focou no agradecimento pelo contato com o cantor. "Que o Consolo do Espírito Santo seja com todos os familiares, amigos, e com todos nós da Igreja do Senhor que fomos tão abençoados pela sua vida e ministério", escreveu no perfil de Lázaro.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »