25/09/2018 às 09h18min - Atualizada em 25/09/2018 às 09h18min

“Educação será prioridade absoluta no nosso governo”, diz Junior Mochi

Candidato é o 5º a participar da rodada de entrevistas do Correio do Estado

Renata Volpe Haddad
Correio do Estado

O candidato ao governo de Mato Grosso do Sul, Junior Mochi (MDB), afirmou que a educação será prioridade absoluta, caso seja eleito. O candidato é o 5º a participar da rodada de entrevistas do Correio do Estado, nesta segunda-feira (24).

 
Sobre a educação, Mochi contou que entre 2013 e 2014, mais de 60 instituições ligadas à área educacional, junto com o poder público e Assembleia Legislativa, criaram o plano educacional. “O plano de saúde não pode ser alterado todos os anos. Tem que ser bíblia para os que vão trabalhar com educação”, explicou.
 
O candidato citou três aspectos com relação ao plano educacional. “Temos 366 escolas no Estado e precisamos nos ater a infraestrutura, vamos criar o S.O.S escola com equipe multidisciplinar para cuidar disso, quebrou, arrumou rápido”.
 
Outro plano educacional citado por Mochi, é sobre climatizadores de ar nas salas de aula. “Nossos alunos precisam de conforto. Nosso Estado tem o clima quente, e também vamos colocar lousas digitais”.
 
Além disso, Mochi falou sobre valorização profissional. “O administrativo tem o pior salário do Brasil, vamos olhar para isso, olhar para dentro da sala, para o professor”.
 
Entrevistas
Começou na terça-feira (18) a Rodada de Entrevistas do Correio do Estado com os candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul. Com a ordem das sabatinas tendo sido definida por sorteio, o estreante foi candidato Juiz Odilon de Oliveira (PDT), seguido de Humberto Amaducci (PT). Tudo é publicado nas redes sociais (Youtube – correioestado, Facebook – @correiodoestado e Instagram @correioestado), em parceria com a Rádio Mega 94 (Facebook – @mega94fm).
 
As entrevistas tem 40 minutos cronometrados de forma corrida e sem intervalos. O candidato terá direito a uma apresentação de um minuto e, em seguida, responderá a 12 perguntas, sendo seis delas consideradas livres, baseadas em reportagens sobre Mato Grosso do Sul já publicadas pelo Correio do Estado; quatro baseadas no plano de governo do candidato; e duas encaminhadas por internautas, que serão selecionadas por sorteio.
 
A iniciativa tem objetivo de atender ao interesse da população em conhecer melhor cada plano de governo, atuando na interlocução de eleitores e representantes das coligações partidárias.
 
Após Odilon, Amaducci e Azambuja, os candidatos que vão participar da rodada de entrevistas serão: Marcelo Bluma (PV) no dia 21, Junior Mochi (MDB) no dia 24 e João Alfredo (PSOL) no dia 25.
 
Com a proposta da Rodada de Entrevistas, a equipe jornalística do Correio do Estado convida os leitores e internautas a participarem pelo e-mail: eleicoes2018@correiodoestado.com.br ou no WhatsApp: (67) 9-9922-6705, com o assunto: “Pergunte aos Candidatos ao Governo do Estado”.
 
As perguntas podem ser enviadas pelas redes sociais do Correio do Estado, pelo Facebook e Instagram (@CorreiodoEstado). Elas deverão conter o nome do leitor e para qual candidato o questionamento será feito. É importante destacar que textos contendo qualquer tipo de ofensas serão excluídos.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »