23/07/2020 às 10h59min - Atualizada em 23/07/2020 às 10h59min

Game over: Fiscalização impede trio de entrar em Coxim para jogar videogame com amigos

Sheila Forato
Ediçãoms

A fiscalização das barreiras sanitárias impediu três jovens, moradores de São Gabriel do Oeste, de passarem a noite em Coxim jogando videogame na casa de amigos. Como se não bastasse o game over, eles voltaram para casa com três multas, uma para cada.

Edição MS apurou que o trio chegou num Honda Civic e tentou entrar em Coxim pela avenida Gaspar Ries Coelho, informando que tinha como destino a casa de amigos para jogar videogame. Na barreira sanitária a orientação foi para que retornasse à cidade de origem.

Insatisfeitos, os três pegaram a BR-163 e tentaram entrar em Coxim pela avenida Virgínia Ferreira, mas, a fiscalização foi mais rápida e também impediu. Na segunda tentativa os amigos também foram orientados sobre a possibilidade de serem multados, caso tentassem mais uma vez.

Não deu outra. O trio seguiu até o estacionamento de um posto de combustíveis, as margens da rodovia, e acionou um taxista. Com um carro descaracterizado, o taxista foi ao encontro dos amigos, pegou dois e passou pela barreira. Para tanto, o taxista mentiu que estavam vindo de uma fazenda.

Como eles eram monitorados, a fiscalização fingiu que acreditou e deixou passar. Enquanto isso o motorista do carro de São Gabriel do Oeste era abordado no posto, no momento em que abastecia. Foi avisado que os três seriam multados e, caso os dois amigos não retornassem para a barreira sanitária, ele seria conduzido até a delegacia de Polícia Civil.

Diante da situação, o motorista do carro entrou em contato com os dois colegas. Eles chamaram o mesmo taxista para voltar a barreira, onde os três foram autuados. Temendo alguma sanção, o taxista deixou os clientes antes da barreira sanitária, porém, ele também vai ser multado. O reconhecimento do taxista já foi feito através das imagens de segurança da barreira sanitária.

Game over para ele também!

Em quase todas as lives as autoridades sanitárias pedem para que os taxistas e motoristas de aplicativos não se prestem a esse papel, de tentar burlar a fiscalização sanitária. Como os pedidos não estão sendo atendidos eles também vão ser multados, uma vez que essas atitudes podem se enquadrar crimes.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »